Total de visualizações de página

terça-feira, 30 de agosto de 2011

sábado, 27 de agosto de 2011

Bom dia!






Quando eu olhar pro lado
Eu quero estar cercado só de quem me interessa...
Lenine

Imagens - alguém da família André

Amanhã, niver do Tarcísio, hoje, dia de receber 
as pessoas que mais amamos.
Um beijo.






                                                                                                     

sexta-feira, 26 de agosto de 2011

Bom dia!






Guarda e tece na alma o eterno recomeço
Experimenta, muda, transforma e sente
Agradece e guia a roda da tua vida no dia de sempre
Todo novo e abençoado dia.

Mário Quintana
Imagem Google


quinta-feira, 25 de agosto de 2011

O grande e o pequeno



Todo caso de amor tem um grande e um pequeno. Alguém um dia falou, em francês, que em todo caso de amor il y a toujours qui aime et qui se laisse aimer. É mais ou menos a mesma coisa. O pequeno ama, o grande se deixa amar. 

Adriana Falcão
Imagem Google

quarta-feira, 24 de agosto de 2011

Bom dia!


"O dia de amanhã cuidará do dia de amanhã e tudo chegará no tempo exato."

Este post foi inspirado pela querida amiga Eloisa.
Desconheço a autoria.
Imagem Google


terça-feira, 23 de agosto de 2011

Boa tarde !!


  E no balanço das horas
  tudo pode mudar
  Eu acho que ele não vem
  Não! não! não! não!
  Ele não vem não!
  Ou será que virá?
  
  Será?
  
Metrô
Imagem Google

segunda-feira, 22 de agosto de 2011

Da felicidade



Quantas vezes a gente, em busca da ventura,
Procede tal e qual o avozinho infeliz:
Em vão, por toda parte, os óculos procura
Tendo-os na ponta do nariz!

Mario Quintana
Imagem Google

Post inspirado pela querida amiga Marina Galkys,
Um beijo, Marina!


domingo, 21 de agosto de 2011

Boa noite !


Voltando do ap dos filhos, da casa de minha mãe, finalmente o merecido descanso...
Copiei do meu filho, Bernardo,  este texto do Facebook e estou postando aqui, um presentinho para ele.
Beijo, meu filho!


Pensamos demasiadamente
Sentimos muito pouco
Necessitamos de mais humildade
que de máquinas.
Mais de bondade e ternura
que de inteligência.
Sem isso,
A vida se tornará violenta e 
tudo se perderá.

Charles Chaplin
Imagem Google

sábado, 20 de agosto de 2011

Casa . . .





Me espera no portão
Pra você ver
Que eu tô voltando pra casa
E vê!
Que eu tô voltando pra casa
Outra vez...


Lulu Santos
Imagem Google


sexta-feira, 19 de agosto de 2011

Bom dia!



Então o amor e a amizade são isso...
Não prendem, não escravizam, não apertam, não sufocam.
Porque quando vira nó, já deixa de ser um laço!

Texto atribuído a Mário Quintana
Imagem Google

quinta-feira, 18 de agosto de 2011

Boa noite


Então me diz qual é a graça
De já saber o fim da estrada,
Quando se parte rumo ao nada?
Paulinho Moska e Nilo Romero
Imagem Google

terça-feira, 16 de agosto de 2011



‎"Objeto dos sonhos: um relógio com ponteiro que pule horas difíceis."

Fernanda Gaona
Imagem Google 



   E tem o seguinte, meus senhores, não vamos enlouquecer, nem nos matar, nem desistir. Pelo contrário:
   vamos ficar ótimos e incomodar bastante ainda.


Caio Fernando Abreu
Imagem Google


segunda-feira, 15 de agosto de 2011



Não sei se o mundo é bom
Mas ele está melhor
Desde você chegou
E perguntou:
Tem lugar pra mim?
Nando Reis
Imagem Google


quinta-feira, 11 de agosto de 2011


 Então não o ama mais? - Amo. Só guardei isso num cofre. E tranquei. E esqueci a senha. Não porque
 quis. Foi preciso.

Caio Fernando Abreu
Imagem Google



 

quarta-feira, 10 de agosto de 2011

terça-feira, 9 de agosto de 2011

sexta-feira, 5 de agosto de 2011

A menina dança . . .

. . .
No canto do cisco
No canto do olho
A menina dança
E dentro da menina
A menina dança
E se você fecha o olho
A menina ainda dança
Dentro da menina
Ainda dança
Até o sol raiar
Até o sol raiar
Até dentro de você nascer

Nascer o que há!
Quando eu cheguei tudo, tudo
Tudo estava virado
Apenas viro me viro
Mas eu mesma viro os olhinhos

Galvão / Moraes Moreira
Imagem Google

Desculpa . . .





 . . . uma frase que pretende ser um beijo. 

Adriana Falcão in Pequeno Dicionário de Palavras ao Vento.
Imagem Google

quinta-feira, 4 de agosto de 2011

Dor . . .


. . . é tudo aquilo que dá vontade de dizer "ai " lá de dentro do peito, seja topada, perda, cascudo ou abandono. 

Adriana Falcão in Pequeno Dicionário de Palavras ao Vento.
Imagem Google

quarta-feira, 3 de agosto de 2011

Dengo . . .


. . . a vontade súbita de ter uma avó por perto.
Adriana Falcão , in Pequeno Dicionário de Palavras ao Vento.
Imagem Google

terça-feira, 2 de agosto de 2011

Mais selinhos !


Este ganhei da Pathy, comemorativo dos 600 seguidores.
Parabéns, querida, fico aqui me perguntando: quando terei
600 seguidores? Espero em breve!
Beijo grande e obrigada.



Pequeno dicionário de palavras ao vento...





"Para bebê, colo de mãe.
Para mãe, riso de filho.
Para os cabelos, vento.
Para chuva, pára-brisa.
Para brisa, rede.
Para os olhos, paraísos.
Para isolados, visita.
Para visita, atenção.
Para teimosia, não.
Para adolescente, chão.
Para adulto, ser criança.
Para sobreviver, trabalho.
Para trabalho, pagamento.
Para pobreza, justiça.
Para cima, elevador.
Para baixo, tobogã.
Para casados, liberdade.
Para solteiros, companhia.
Para companhia, uma boa pessoa.
Para pessoas em geral, alegria.
Para coisas, nomes.
Para menina, cor-de-rosa.
Para flor, um regador.
Para dor, anestesia.
Para prazer, suspiros.
Para as mãos, apertos.
Para os pés, descanso.
Para o cansaço, sono.
Para mertiolate, sopro.
Para agonia, calma.
Para a alma, céu.
Para um corpo, outro.
Para a boca, beijo.
E comida para todos."
Adriana Falcão 
Imagem Google

segunda-feira, 1 de agosto de 2011

Pessoas especiais


Hoje, manhã cedo, passeando pelos blogs, recebi este post/presente da querida amiga Tays Rocha, de tanto tempo...virtual, mas real, que está maluquinha pra me abraçar ( e eu também ), e tomar suquinho de acerola aqui, no quintal do ateliê. Convido  todos (as) para uma espiadinha no blog desta querida, a Tays.
Obrigada, amiga, por me colocar em lugar de destaque, entre as pessoas que realmente importam em sua vida.
Beeeeijooooooo
Clau

Nel blu dipinto di blu





Penso che un sogno così non ritorni mai più
Mi dipingevo le mani e la faccia di blu
Poi d'improvviso venivo dal vento rapito
E incominciavo a volare nel cielo infinito
Volare, oh, oh!
Cantare, oh, oh, oh, oh!
Nel blu, dipinto di blu
Felice di stare lassù
E volavo, volavo felice più in alto del sole ed ancora più su
Mentre il mondo pian piano spariva lontano laggiù
Una musica dolce suonava soltanto per me
Volare, oh, oh!
Cantare, oh, oh, oh, oh!
Nel blu, dipinto di blu
Felice di stare lassù
Nel blu, dipinto di blu
Felice di stare lassù

 Domenico Modugno
Imagem Google

Uau!


‎"Não fale, não conte detalhes, não satisfaça a curiosidade alheia. 
A imaginação dos outros já é difamatória que chegue.

 Marta Medeiros
Imagem Google